Ao menos 17 mil crianças foram separadas dos pais na Faixa de Gaza ou estão desacompanhadas desde o início da guerra entre Israel e o Hamas, há quase quatro meses, segundo uma estimativa das Nações Unidas divulgada nesta sexta-feira (2).

"Cada uma delas tem uma história comovente de dor e perda", disse Jonathan Crickx, porta-voz do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) nos Territórios Palestinos.

"Este número equivale a 1% de toda a população de Gaza que foi deslocada, 1,7 milhão de pessoas", declarou Crickx por videoconferência em Jerusalém, durante uma coletiva de imprensa realizada em Genebra.

O porta-voz indicou que descobrir quem são estes menores desacompanhados está sendo "extremamente difícil", já que muitas vezes eles são internados em hospitais, feridos ou em estado de choque, e "simplesmente não conseguem nem dizer os seus nomes".

Crickx afirmou que quando há guerra, é comum que uma família extensa cuide das crianças órfãs.

No entanto, em Gaza, "devido à total falta de alimentos, água ou abrigo, as famílias extensas também enfrentam momentos difíceis e desafios, como cuidar de outra criança, o que dificulta cuidar dos seus próprios filhos e dos seus familiares" mais próximos, explicou.

No geral, o Unicef define crianças "separadas" como aquelas que estão sem os pais; e as "desacompanhadas" como aquelas que foram separadas dos pais e que, além disso, não estão sob os cuidados de nenhum parente.

Além disso, o porta-voz alertou que "quase todas as crianças" da Faixa, quase um milhão, necessitam de assistência psicológica, porque sua saúde mental foi fortemente impactada pela guerra.

A guerra em Gaza foi desencadeada pelo ataque cometido por combatentes do movimento islamista palestino Hamas no sul de Israel em 7 de outubro, quando mataram cerca de 1.163 pessoas, a maioria civis, e sequestraram cerca de 250, segundo o último relatório da AFP baseado em dados oficiais israelenses.

Cerca de 100 reféns foram trocados por prisioneiros palestinos em uma trégua de uma semana no final de novembro.

Em resposta ao ataque, Israel lançou uma ofensiva aérea e terrestre para "aniquilar" o Hamas, que até agora deixou pelo menos 27.131 mortos, a maioria mulheres e menores, segundo o Ministério da Saúde do Hamas.

Os pais de Larissa Manoela decidiram colocar a mansão do casal comprada em 2022 para alugar pelo valor de R$ 25 mil.

Silvana Taques e Gilberto Elias queriam inicialmente vender a mansão. O imóvel na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, chegou a ser anunciado por nada menos que R$ 10 milhões, mas não apareceu nenhum comprador interessado pela casa.

##RECOMENDA##

A propriedade em que viviam os pais da atriz tem 900 metros quadrados e conta com cinco suítes, além de sala de estar, sala de jantar e até uma área de jogos.

Além do aluguel, o novo morador da casa dos pais de Larissa Manoela terá que custear o condomínio que custa mais de R$ 2 mil.

 

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, destacou em pronunciamento de Natal na noite deste domingo (24) os feitos do primeiro ano de seu terceiro mandato e defendeu que a paz e a união entre amigos e familiares seja restaurada. Lula afirmou que "o ódio de alguns contra a democracia deixou cicatrizes profundas e dividiu o país".

"Ao final daquele triste 8 de janeiro, a democracia saiu vitoriosa e fortalecida. Fomos capazes de restaurar as vidraças em tempo recorde, mas falta restaurar a paz e a união entre amigos e familiares. Meu desejo neste fim de ano é que o Brasil abrace o Brasil. Somos um mesmo povo e um só país", disse.

##RECOMENDA##

O presidente prometeu combate às fake news, à desinformação e ao discurso de ódio, além da valorização do diálogo. "Que no ano que vem sigamos unidos, caminhando juntos rumo à construção de um país cada vez mais desenvolvido, mais fraterno e mais justo para todas as famílias".

Colheita generosa

Lula voltou a dizer que 2023 foi um ano de reconstruir e de plantar, e afirmou que foram criadas condições para uma colheita generosa em 2024, destacando o retorno de políticas sociais como o Bolsa Família; o crescimento do Produto Interno Bruto, acima do esperado por economistas; e a geração de 2 milhões de empregos com carteira assinada.

"O salário mínimo voltou a subir acima da inflação e mais de 80% das categorias profissionais também tiveram aumento real. Aprovamos a igualdade salarial entre homens e mulheres. Trabalho igual, salário igual", lembrou.

O presidente também exaltou a aprovação da reforma tributária e a taxação dos super ricos e descreveu que o novo sistema corrige uma injustiça, fazendo quem ganha mais pagar mais imposto, e quem ganha menos pagar menos.

Nona economia mundial

A projeção internacional do Brasil no cenário internacional também foi ressaltada no pronunciamento de Natal. Segundo Lula, o país voltou a ser ouvido nos mais importantes fóruns internacionais, em temas como o combate à fome, à desigualdade, a busca pela paz e o enfrentamento da emergência climática.

Com o crescimento da economia, ele lembrou que o PIB brasileiro se tornou o nono maior do mundo, saindo da 12ª posição.

No pronunciamento, o presidente também defendeu que seu governo consolidou o papel do Brasil como potência mundial na produção de energia renovável e promoveu redução do desmatamento na Amazônia.

"Em 2024, vamos trabalhar fortemente para superar, mais uma vez, todas as expectativas", disse Lula, que afirmou que o Plano Safra 2023/2-24 é o maior da história, e que a Nova Política Industrial e o novo PAC vão gerar mais empregos e melhores salários.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que áreas de instabilidade, causadas pelo calor e pela alta umidade, ocasionaram tempestades no sábado, 23, no norte gaúcho, em Santa Catarina, no Paraná, no Mato Grosso do Sul e em parte do Sudeste, incluindo o Estado de São Paulo.

Conforme o Inmet, esse padrão meteorológico, que chegou a provocar vários pontos de alagamento e quedas de árvore na cidade de São Paulo, antecede a formação de um ciclone extratropical e a passagem de uma frente fria entre o fim deste domingo e o decorrer da segunda-feira, 25, pela região Sul do País.

##RECOMENDA##

A previsão indica risco de chuva forte no dia de celebração do Natal, com ventos acima de 70 quilômetros por hora e queda de granizo.

De acordo com informações da Defesa Civil do Rio Grande do Sul divulgadas no sábado, 23, o ciclone extratropical deve se formar sobre o oceano, próximo à costa gaúcha, ao longo desta segunda-feira. "As equipes da Defesa Civil e da Sala de Situação seguem monitorando a evolução desse quadro e, se forem identificados riscos, serão adotadas as providências pertinentes."

Em setembro deste ano, um ciclone atingiu cerca de 70 municípios gaúchos e causou mais de 50 mortes, deixando quase 5 mil desalojados ou desabrigados.

Pontos de alagamento e quedas de árvores em São Paulo

As fortes chuvas provocaram quatro pontos de alagamento e 26 quedas de árvores na cidade de São Paulo, segundo informações do Corpo de Bombeiros.

No Estado paulista, ainda houve registro da queda de um avião de pequeno porte, no município de Jaboticabal, e uma notificação de um homem que morreu eletrocutado, em Ribeirão Preto.

Fenômeno se intensifica sobre o Oceano Atlântico no RS

O fenômeno se intensifica sobre o Oceano Atlântico, na costa gaúcha. "A convergência de umidade associada ao processo de formação deste sistema e os encontros de ventos quentes e úmidos de norte e mais frios do sul dão origem à formação de áreas de instabilidade sobre grande parte da Região Sul, com previsão de chuvas intensas, rajadas de vento e queda de granizo", disse o alerta do Inmet.

As rajadas de vento podem ficar entre 80 e 100 quilômetros por hora na faixa leste do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, entre a noite de segunda e a manhã de terça-feira, 26. Nesse dia, na faixa leste da Região Sul e nos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, também haverá ventos fortes.

Enquanto o ciclone se desloca sobre o oceano, um sistema de alta pressão, com vento frio e seco, favorece a queda nas temperaturas nos três Estados do Sul, em Mato Grosso do Sul e leste da Região Sudeste, incluindo parte de São Paulo.

Em Santa Catarina, o meteorologista Caio Guerra, da Defesa Civil estadual, alertou na sexta-feira para o tempo instável no fim de semana, com risco de temporais acompanhados de rajadas de vento e raios. "Essas condições podem provocar transtornos, como destelhamentos, quedas de árvores e danos na rede elétrica, assim como alagamentos e enxurradas pontuais", disse.

O alerta incluiu a Grande Florianópolis e o Vale do Itajaí.

Um menino de dois anos morreu, na noite dessa quarta (20), após ser socorrido para a UPA de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. Ele deu entrada na unidade com hematomas e os pais são suspeitos de espancá-lo até a morte.

A criança identificada como Rodrigo Júnior chegou desfalecida à UPA e não respondeu às tentativas de reanimação da equipe médica. O pai, Rodrigo Pinheiro Queiroz, de 27 anos, e a mãe Eliana da Paixão dos Santos, 21, teriam sido questionados sobre as marcas de agressão espalhadas pelo corpo do menino, mas não souberam responder.

##RECOMENDA##

Os médicos ficaram desconfiados e chamaram a Polícia Militar. O casal foi levado para prestar depoimento no 4º Departamento de Polícia de Ponte Rasa.

Conforme o R7, o pai tem passagem pela polícia e ainda é investigado por perseguir e sequestrar a ex-companheira em maio deste ano. Ele também já teria agredido a atual companheira.

A avó da criança informou que fez contato com o Conselho Tutelar da unidade Cidade Tiradentes para adquirir a guarda do neto em novembro, após Rodrigo Júnior ser atendido no Hospital Santa Marcelina com hematomas semelhantes aos identificados na UPA de Itaquera.

 

Parece que a paz está longe de reinar na família da Larissa Manoela.

Em conversa com a Globo, o advogado dos pais da atriz, Evarismo Martins de Azevendo, disse que Silvana Taques e Gilberto Elias só ficaram sabendo do casamento da filha com André Luiz Frambach depois de verem fotos do evento nas redes sociais.

##RECOMENDA##

O advogado disse que os pais de Larissa já imaginavam que o casamento iria acontecer:

Eles receberam com naturalidade e serenidade na medida que era algo muito previsível que acontecesse.

Larissa e André noivaram há um ano. Em 2023, veio a público o desgaste da relação da atriz com seus pais, os quais foram acusados pela filha de impedirem de que ela tivesse controle do seu próprio dinheiro.

Uma pesquisa feita por cientistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) mostrou que, apesar de o Brasil ser vasto em terras cultiváveis e ter um dos principais mercados agrícolas do mundo, incluindo o de produtos orgânicos, ainda há falhas no levantamento de dados referente ao cultivo de orgânicos no país. A pesquisa foi publicada no último dia 24 na revista científica Desenvolvimento e Meio Ambiente.

A pesquisa se baseou em dados do Censo Agropecuário de 2017 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos (CNPO), realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e informações sobre consumo de pesquisas da Associação de Promoção dos Orgânicos (Organis) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

##RECOMENDA##

Segundo os dados, entre 2003 e 2017, as vendas de produtos orgânicos no país aumentaram quatro vezes. No ano de 2020, tiveram expansão de 30%, com o movimento de R$ 5,8 bilhões. Há ainda 953 certificações de orgânicos para produtos importados, de um total de 23 países, segundo dados do Mapa. São alimentos provenientes de espécies características de outros países (como amaranto, quinoa, damasco, azeite de oliva). A pesquisa também revelou que houve aumento de 75% no cadastro de produtores de orgânicos no país em quatro anos (2017 a 2022). 

De acordo com a pesquisa, 1,28% das áreas de cultivo é referente a propriedades com agricultura orgânica e, dessas, 30% estão no Sudeste do país. Estimativas apontam que esse tipo de cultivo ocupa 0,6% das áreas agrícolas do país, com predomínio da produção vegetal em 36.689 estabelecimentos. Os outros 17.612 estabelecimentos dedicam-se à produção animal, enquanto uma parcela menor de 10.389 estabelecimentos têm produção animal e produção vegetal orgânicas. 

“A oferta ainda não está bem esclarecida. A pesquisa mostra que há tendência de aumento da demanda, mas que a produção não suprirá essa demanda. Isso não está muito bem claro e precisa ser melhor estudado. Não está claro também os produtos que são mais demandados”, disse a pesquisadora da UFRGS Andreia Lourenço. 

Para a pesquisadora, para melhorar esse quadro, é preciso abrir mais instâncias de participação na sociedade para construir isso junto com o consumidores e com produtores, já que esses espaços de discussão são essenciais para a elaboração de políticas públicas adequadas para os diferentes contextos existentes no Brasil.

“E que elas possam aprimorar ações que levem em consideração justamente esses diferentes contextos também pensando nas ações para diferentes escalas. Uma coisa é pensarmos numa escala mais local, outra coisa é a gente pensar em escala mais regional ou territorial. Por isso é importante ter não só uma política nacional, mas políticas estaduais de agroecologia e produção orgânica”, afirmou Andreia.

Para Carla Guindani, da empresa Raízes do Campo, que atua no setor de orgânicos da agricultura familiar, é necessário que haja investimentos nesse setor, principalmente para o desenvolvimento de tecnologias para produção de sementes, o que é a base de todo esse processo, porque são essas famílias que de fato fazem a produção agroecológica no Brasil hoje. Ela destacou ainda a importância do acesso a bioinsumos, maquinários adequados e da certificação de alimentos orgânicos.

"Hoje há muito essa dúvida sobre comercializar e depois certificar porque é um processo caro e geralmente o agricultor não tem esse recurso. Poderia se criar uma metodologia e um incentivo de certificação sem a participação tão expressiva das certificadoras privadas que têm esse alto valor agregado", disse.

Segundo ela, a logística também impacta no preço dos produtos, porque não há eficiência para fazer a distribuição. Outro item é a comercialização da produção orgânica, já que o varejo precisa compreender o novo momento vivido com a crescente demanda pelo consumo desses produtos.

"O varejo precisa aumentar o espaço na gôndola para oferecer os produtos agroecológicos para o consumidor e entender que esse segmento tem um valor agregado e que o consumidor está buscando esse tipo de produto. O preço sempre é o fator limitante e a gente vai diminuir o preço quando houver o aumento de consumo. E, quando há tecnologias adequadas para produção, diminui o custo da produção, e esses alimentos chegam ao supermercado e ao consumidor com preço mais acessível."

Ela analisou ainda que a agroecologia é o único caminho que resta para a humanidade frear as mudanças climáticas. “Elas estão aí é são a prova da necessidade e da urgência de mudarmos os nossos hábitos de consumo e de relacionamento com o meio ambiente. O desmatamento, os monocultivos e o uso intensivos de agrotóxicos vêm cada vez mais provando ser um modelo inviável.”

Para Carla, a mudança de hábitos é necessária para criar um mecanismo e situações nas quais o relacionamento com o meio ambiente aconteça a partir da preservação e da regeneração. “E esse protagonismo está na agricultura familiar.”  

A divisão do patrimônio deixado por Walewska Oliveira campeã olímpica com a seleção brasileira de vôlei morta em setembro, aos 43 anos, continua em disputa entre a família da atleta e o marido, Ricardo Alexandre Mendes. Os pais de Walewska, Geraldo Vieira de Oliveira e Maria Aparecida Moreira concederam entrevista pela primeira vez, em matéria que foi ao ar no programa Fantástico, da TV Globo, neste domingo. Eles relataram brigas de Ricardo com a filha e acusaram o viúvo fazer o inventário sem notificá-los.

Ricardo Alexandre Mendes deu entrada como inventariante (pessoa responsável por listar bens e herdeiros do patrimônio). Como Walewska não deixou testamento, o papel, por direito, é de Ricardo, com quem a atleta foi casada por 20 anos. Ele havia pedido a separação pouco antes da morte da jogadora, mas o processo de divórcio não chegou a ser concluído. Não há um valor do patrimônio da atleta. O casamento deles era em comunhão parcial de bens, o que cada um adquiriu depois do casamento pertencia aos dois.

##RECOMENDA##

Entretanto, o pedido da família da atleta é que Ricardo seja excluído da herança. A principal razão é por ele ter "manchado a imagem" e "atacado a honra" de Walewska, segundo a advogada dos pais. Além disso, Geraldo e Maria relatam tratamento abusivo de Ricardo com a filha. "Eu considerava ele igual um filho. Tratava muito bem. Queria que os dois estivessem muito bem. Na presença dos pais, ele às vezes maltratava ela. Chegamos a assistir briga dele com ela. Chegou a eu levar eles para o aeroporto e ele xingar ele dentro do carro comigo. Eu olhei e ele parou de falar. O marido tratar a mulher perto dos pais... a gente imaginava: ‘E longe da gente, o que pode acontecer?’", questionou o pai de Walewska.

Segundo a mãe da atleta, o viúvo não avisou que iniciou o inventário. A última vez em que eles conversaram foi em 21 de setembro, dia da morte de Walewska. Maria ainda relata que Rodrigo avisou que não iria ao velório da esposa, mas que ele não foi impedido de comparecer.

FAMÍLIA NÃO TEM ACESSO AO PATRIMÔNIO

Walewska investia no ramo imobiliário. Conforme um consultor financeiro que a acompanhava até 2019, ela tinha 23 imóveis, sendo 22 deles em São Paulo. Os pais, contudo, não têm acesso a uma lista com os bens. "Toda a relação de imóveis não existe mais. Tem um só. O próprio Ricardo afirmou. Para quem e como foi vendido, quem e como pagou, são as respostas que a família precisa. Isso não foi respondido", argumenta Maria Toledo, advogada dos pais de Walewska.

A atleta não deixou testamento. Entretanto, cartas escritas por elas estão anexas no processo. Os textos citam a decepção em descobrir um filho do marido fora do casamento. Também é mencionada uma frustração financeira, mas sem deixar claro de quem eram as dívidas. De acordo com os pais, Walewska nunca comentou sobre traição com eles.

'ATAQUE À HONRA'

A representante dos pais de Walewska argumenta que o fato de Ricardo ter falado publicamente que a esposa tinha compulsão por compra é um ataque à imagem dela. No boletim de ocorrência da morte de Walewska, ele relatou "enfrentar problemas na relação" há pelo menos quatro anos.

A mãe da atleta não nega o gosto de Walewska por compras: "Ela tinha compulsão por comprar para a casa e para ela". O pai, contudo, reitera que isso não chegava em um nível de que ela vendesse os imóveis, por exemplo, para fazer outras compras. "Se a justiça achar que ele tem direito, é direito dele. Se a justiça achar que nós temos direito, é direito nosso", espera Geraldo.

"Informações que mancharam e atingiram a honra dela. Essa é a razão pela qual a família busca que Ricardo seja considerado indigno. Não existe briga por herança", argumenta a advogada dos pais.

Ricardo Alexandre Mendes falou em nota assinada por seus advogados. Ele confirmou mais uma vez que o casamento passava por uma crise. Entretanto, ele negou qualquer relação abusiva afirmando que essas suspeitas "não poderiam estar mais distante da realidade". O viúvo ainda menciona que os dois construíram "histórias com acertos e erros, pontos altos e baixos, mas que certamente nunca teve qualquer traço de abuso". Sobre o inventário, ele não se manifestou, alegando que o caso corre em segredo de justiça.

CARREIRA

Natural de Belo Horizonte, Walewska começou sua carreira profissional no vôlei em 1995, atuando pelo Minas Tênis Clube, equipe na qual ficou até 1998, quando foi convocada pelo técnico Bernardinho pela primeira vez para a seleção brasileira. Ela tinha apenas 19 anos. A jogadora conquistou medalha de ouro com a seleção brasileira nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, no Canadá, em 1999. No ano seguinte, a central ajudou o Brasil a ficar com o bronze na Olimpíada de Sydney.

Depois de um período longe da seleção, ela voltou a ser convocada pelo técnico José Roberto Guimarães e fez parte do time que ficou com o quarto lugar nos Jogos de Atenas, em 2004. Walewska trabalhou com os dois grandes treinadores do vôlei brasileiro: Zé Roberto e Bernardinho. Ambos lamentaram a morte da atleta, bem como outras personalidades e entidades esportivas. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) afirmou que Walewska era uma "jogadora especial" e que sua trajetória no esporte será "sempre lembrada e reverenciada".

Depois que se aposentou, Wal, como era chamada, passou a ser "especialista em liderança e alta performance", como ela mesmo se descrevia, e lançou a biografia Outras Redes, o documentário O Último Ato é o podcast OlympicMind. Publicada em janeiro deste ano, a biografia, cujo prefácio foi escrito por Bernardinho, conta as memórias e desafios que a jogadora enfrentou na vida e no vôlei, ao qual se dedicou por 30 anos.

Dias antes de morrer, ela visitou o centro de treinamento do Palmeiras e conheceu o técnico Abel Ferreira, com o qual trocou livros e experiências. O treinador disse ter sido uma "honra extraordinária" conhecer a atleta, eleita melhor central do mundo em 2008. Como todos, ele recebeu com incredulidade a notícia da morte da jogadora.

"Poderia ter custado a minha vida e a vida da minha família". O desabafo é da maquiadora Karollyne Kerlys, de 29 anos, esfaqueada brutalmente pelo ex-namorado na madrugada de quarta-feira, 15, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

O suspeito é o empresário Bruno de Andrade Lima de Albuquerque, 31 anos, que está foragido. Ele é investigado pela Polícia Civil de Pernambuco por tentativa de homicídio. Policiais estiveram em sua casa e apreenderam quatro estojos deflagrados de munição e 64 munições CB calibre 12 ainda intactas.

##RECOMENDA##

O Estadão teve acesso a documentos do inquérito. As primeiras informações da investigação apontam que Bruno teria arrombado e invadido o apartamento da ex. Munido de uma faca ele golpeou Karollyne e os pais dela, que ficaram feridos.

"Eu renasci! Deus me deu uma nova chance. E eu quero dizer pra você que vive em algum relacionamento abusivo, saia enquanto é tempo", escreveu Karollyne no perfil no Instagram.

Bruno é primo do prefeito de Recife, João Campos (PSB), pelo lado materno. A reportagem fez contato com a Prefeitura para saber se haveria comentário sobre o caso, mas não teve retorno até a publicação da matéria.

O empresário reponde a pelo menos três outros processos por violência contra mulher. Ele é acusado de perseguição, ameaça, violência doméstica, sequestro, cárcere privado e lesão corporal contra mulheres diferentes. Na primeira ação penal, por perseguição e ameaça, foi absolvido na primeira instância. Os demais processos ainda não têm sentença.

COM A PALAVRA, BRUNO DE ANDRADE LIMA DE ALBUQUERQUE

A reportagem não conseguiu localizar a defesa do acusado. Uma advogada que o defende em outros processos, também sobre violência contra a mulher, informou que ainda não foi procurada por ele ou pela família para assumir o caso e que, por isso, acredita que não será a responsável pela defesa dele no processo.

A reportagem do Estadão também tentou contato com Bruno pelo número de celular que consta em seu nome em uma das ações penais a que responde.

O espaço permanece aberto a manifestações.

O termo bullying ainda gera dúvidas pela falta de tradução, mas pode ser resumido em práticas sem consentimento que causam assédio físico e moral. Com potencial de afetar a vida adulta, geralmente ele se apresenta dentro da família ou no ambiente escolar, em atos de desrespeito, humilhação e intimidação.

O psicólogo e especialista em Análise do Comportamento, Antonio Júnior, explica que as sequelas do bullying geralmente aparecem ainda no início das agressões, em um "super curto prazo".

##RECOMENDA##

"Os prejuízos geralmente começam na infância mesmo e, obviamente, sem nenhum tipo de acolhimento, eles vão se estender até a vida adulta das formas mais variáveis possíveis", comentou.

Dentro da escola, os abusos escondidos atrás de “brincadeiras” e apelidos também repercutem na segregação da vítima na sala de aula ou em sua exclusão das atividades.

Os prejuízos sociais desse comportamento na vida adulta facilitam o desenvolvimento de depressão, decréscimo da autoestima, dificuldade da vítima de inserção no mercado de trabalho e para estabelecer relações amorosas.

Transtornos de ansiedade, também são comuns e podem evoluir para comportamentos auto lesivos e abuso de substâncias chegando a atingir consequências extremas, como tentativas de suicídio ou a busca da vingança à agressão.

O psicólogo explica que o bullying se perpetua pelo que classificou como “comportamento modelo”. "O agressor geralmente tem a referência de alguém de quem ele copia esse tipo de comportamento. Boa parte desses indivíduos sofrem comportamento agressor dentro de casa e na família", analisa.

Figura central na prevenção ao bullying, a família precisa oferecer uma rede de apoio aos filhos através do diálogo aberto. “A maior possibilidade de prevenção está a partir do momento em que o indivíduo tem uma via de comunicação aberta com a família dele e se sente seguro em casa para expressar alguma situação das quais ele passa. Muito provavelmente se ele sofre uma situação de abuso, ele vai denunciar para a própria família para que procure providências sobre o assunto, orientou Antonio Junior.

Outro eixo no combate ao bullying passa pela aproximação dos pais com a escola. “Participar das reuniões pedagógicas, conversar com os professores pelo menos semanalmente para saber como anda o comportamento do filho e da turma em relação ao filho", complementou.

No dia 29 de setembro, a assessoria de Junno Andrade informou que o ator e cantor descobriu ser pai de um homem de 38 anos. A paternidade foi reconhecida por meio de teste de DNA. De acordo com o namorado de Xuxa Meneghel, ele criará laços com Eduardo Tadeu Mattos de Oliveira para "acomodar adequadamente sua posição de pai". Assim como Junno, confira cinco famosos que descobriram filhos após muitos anos.

Roberto Carlos

##RECOMENDA##

Fenômeno na música popular brasileira, Roberto Carlos ficou sabendo que tinha um filho quando Rafael Braga estava com 26 anos. Atualmente, pai e filho trabalham juntos.

Arnold Schwarzenegger

O ator Arnold Schwarzenegger, assim como Roberto Carlos e Junno, também foi surpreendido com a notícia de que tinha um filho. Em 2012, o astro hollyoodiano contou que a confirmação veio quando Joseph Baena tinha sete anos de idade.

Quando o assunto veio à tona, Schwarzenegger e Maria Shriver eram casados. Após a revelação da paternidade, eles se separaram. A estrela do filme O Exterminador do Futuro teve um relacionamento extraconjugal com sua empregada doméstica, Mildred Baena.

Rodrigo Phavanello

Não faz muito tempo que Rodrigo Phavanello recebeu a informação de que tinha uma filha de 21 anos de idade. A descoberta veio em 2016, quando o ator e cantor estava com 39 anos. Rodrigo, que na ocasião se dispôs a fazer o teste de DNA, afirmou que ficou feliz com a notícia.

Marcelo Falcão

Marcelo Falcão tomou conhecimento de que tinha uma filha só em 2016. Apesar da confirmação do teste de paternidade, os dois não são próximos. Em 2021, o artista chegou a ter prisão decretada por não pagar a pensão de Agatha Cristal Silveira.

Hadson Nery

Hadson Nery ficou conhecido nacionalmente ao entrar para o elenco do Big Brother Brasil 20. Um ano após participar do reality show da Globo, o ex-jogador de futebol foi pego de surpresa com notícia de que era pai de um filho de 19 anos. O exame de DNA comprovou a ligação de Kleber Gabriel Mitoso com Hadson.

Fotos: Reprodução/Instagram

Larissa Manoela tinha uma parceria com os pais para gerenciar sua carreira e fortuna. Porém, as coisas começaram a desandar e a atriz decidiu colocar um ponto final na sociedade. Agora, mais livre, ela pode tomar as próprias decisões e escolher quais trabalhos ela deseja fazer.

Um deles é desfilar na Paris Fashion Week neste domingo (1°). A musa é uma das convidadas da L'Oréal e se junta com Taís Araujo para o evento que acontece em Paris, na França, bem na frente da Torre Eiffell. E é claro que, em um momento tão importante, ela não podia deixar de falar sobre a liberdade que está sentindo, né?

##RECOMENDA##

Ao O Globo, Larissa confessou que está em um momento de muita maturidade e ainda está aprendendo a forma correta para lidar com toda a fama, dinheiro e carreira.

"Esse momento me trouxe muita maturidade, mais responsabilidade do que eu já tinha e um olhar mais atento, direto. Muito daquilo que sempre almejei: minha liberdade, meu lugar, minha escolha".

Empoderada, e por isso é um dos nomes do desfile que tem a mesma temática, a atriz contou que está gerenciando a própria carreira e tomou a frente de suas empresas.

E você deve ter visto a polêmica propaganda que Larissa fez e que ironizou a briga pública com os pais, né? Ao ser questionada qual foi o motivo de aceitar, ela disse:

"Preciso continuar, seguir em frente, e entender até que ponto a minha história pode ser significativa para uma campanha. Preciso equacionar de uma maneira que me traga conforto. A galera achou ousado, mas foi interessante".

Além de ter acabado de ser anunciada no elenco da terceira temporada de De Volta aos 15, Larissa Manoela ainda surgiu realizando uma propaganda para uma rede de lanchonetes e chamou atenção com uma de suas falas no vídeo publicitário.

A atriz, que está se deliciando com dois hambúrgueres que fazem parte de uma promoção, fez referência à polêmica com os pais Silvana e Gilberto. Um mês após a bombástica entrevista ao Fantástico, em que fez diversas revelações sobre como eles controlavam sua vida financeira e detinham seus bens, a artista soltou um comentário bem-humorado na propaganda.

##RECOMENDA##

O vídeo já começa com uma imagem sóbria focada no rosto de Larissa, que declara: "Sim, né, estou aqui porque realmente todo mundo só fala disso agora".

Enquanto segurava o lanche na mão após falar sobre a promoção, ela ainda disparou: "Não vou dividir com ninguém, eu que comprei, o dinheiro é meu".

[@#video#@]

Como você vem acompanhando, Larissa Manoela não anda vivendo bons dias familiares com sua mãe e seu pai, tudo porque a atriz fez diversas revelações durante uma entrevista para o Fantástico.

Mas parece que isso tudo não acabou até porque foi anunciado, durante o último sábado (19), que existe uma segunda parte da entrevista reveladora de Larissa Manoela sobre a vida financeira da família que vai ao ar neste domingo (20).

##RECOMENDA##

Neste novo relato de rompimento da parceria com os pais, a artista vai contar que chegou a ficar sem plano de saúde enquanto reestabelecia todas as suas finanças. Em um trecho divulgado pelo programa nas redes sociais, a advogada de Larissa Manoela chega a dar mais detalhes nas movimentações feitas pelos pais dela nas empresas da filha enquanto ainda possuíam autorização.

Varias transferências feitas da conta dela para a conta dos pais. É uma soma superior a cinco milhões de reais.

Logo depois de se tornar um dos assuntos mais comentados da web por expor a briga que vem tendo com os pais por conta de seu próprio patrimônio, Larissa Manoela decidiu se pronunciar pela primeira vez desde a polêmica entrevista no Fantástico.

Na última segunda-feira (14), a atriz usou as redes sociais para agradecer o carinho e afirmar que está bem.

##RECOMENDA##

"Oi, pessoal! Quero usar esse meu espaço para agradecer todo o apoio que venho recebendo desde a minha entrevista concedida ao Fantástico. Quero que saibam que estou bem, seguindo a vida com foco no futuro e alinhada ao meu propósito. Recebi todo o amor que me mandaram em forma de mensagens e homenagens. Sem dúvidas, passar por toda essa situação delicada sem essa grande rede de apoio que se formou aqui seria bem mais difícil. Agradeço profundamente àqueles que se sensibilizaram com a minha história. Tenho muito orgulho de ter chegado até aqui. Beijo carinhoso de quem ama vocês! Lari", escreveu nos Stories.

De acordo com o jornal Extra, Larissa está recebendo apoio psicológico para lidar com a situação delicada.

"Não está fácil para Larissa viver esse rompimento familiar. Mas ela conta com acompanhamento psicológico para lidar com essa situação. Foram muitas tentativas de resolver isso para que não chegasse a esse ponto, mas não deu. A carta dos pais dela no Fofocalizando, do SBT, teria sido a gota d'água", disse uma fonte próxima da artista.

A tal carta que o insider se refere é um documento em que os pais da atriz, Silvana e Gilberto, negam ter vendido a mansão da filha em Orlando, nos Estados Unidos, sem que ela soubesse.

Vale lembrar que Larissa chocou o Brasil ao expor que os pais não a deixavam ter controle das finanças, apesar de ser a provedora da casa e maior de idade. Inclusive, ela tinha apenas dois por cento do total de seu patrimônio, enquanto Silvana e Gilberto usufruíam de 98 por cento da fortuna da filha, acumulada em R$ 18 milhões.

Efeito dominó? Logo depois de colocar a boca no trombone e expor os pais, Larissa Manoela inspirou Jojo Todynho a fazer o mesmo.

No último domingo (13), a atriz chocou o Brasil ao falar pela primeira vez que ela é detentora de apenas dois por cento da fortuna acumulada ao longo da carreira por conta de má administração da família. Isso porque os pais ficavam com toda a administração do dinheiro. Na mesma hora, Jojo Todynho usou as redes sociais para entregar o motivo de também não ter contato com a mãe biológica.

##RECOMENDA##

"A mãe da Larissa Manoela está boa para dar as mãos para a minha mãe. Ela dizia que nunca tinha me pedido nada. Acreditam que ela dizia isso? Mas graças a Deus guardo tudo bonitinho aqui, os comprovantes. Prefiro pagar meu preço com Deus, mas quero distância. Ela vai se recuperar, vai sim", disse nos Stories.

E continuou dizendo que vai tirar o nome da matriarca da certidão de nascimento.

"Eu vi gente falando assim: Mas e a sua mãe? Minha mãe é quem me criou. Minha avó, minha tia, minha mãe Maria Helena. A minha mãe pagava cento e vinte reais de pensão e falava na época que isso era esmola, e que bebia isso de cerveja. É muito triste. Deus me perdoe. Eu queria muito que a minha mãe tivesse ido e meu pai tivesse ficado. Ele nunca faltou a uma apresentação, até os meus dez anos tive um super pai. Não tenho o que reclamar, só tenho coisas boas para dizer dele. Quero distância [da mãe]. É por isso que entrei com processo para fazer a retirada do nome dela da minha certidão. Para mim é indiferente", afirmou a funkeira.

Em pleno Dia dos Pais, o corretor de imóveis Régis Feitosa Mota, conhecido por perder três filhos para o câncer em quatro anos, morreu. A notícia foi confirmada nesse domingo (13), pelo irmão. 

Em uma de suas últimas postagens, Régis aparece no leito de um hospital e diz que espera por um transplante de medula óssea. Ele recebeu três diagnósticos de câncer - o último em janeiro deste ano -, mas o irmão não confirmou que a doença foi a causa da morte.  

##RECOMENDA##

"Nosso guerreiro foi ao encontro dos filhos exatamente no dia dos pais. Que Deus o tenha, meu irmão! Te amamos muito!", escreveu Rogério Mota. 

O velório iniciou ainda na noite de ontem e ele será sepultado nesta segunda (14), após uma missa agendada às 15h, no Crematório Parque Anjo da Guarda, no Ceará. 

O corretor de imóveis tinha síndrome rara hereditária Li-Fraumeni (LFS), uma mutação genética que aumenta as chances de desenvolver câncer em 90% dos portadores. Ele já lutava contra uma leucemia linfoide crônica e um linfoma não Hodgkin, que acomete o sistema linfático e, no início do ano, recebeu o diagnóstico do mieloma múltiplo.  

Em 2018, ele perdeu a filha caçula Beatriz, de 10 anos, para a leucemia linfoide aguda. Dois anos depois, o filho Pedro morreu aos 22, com um tumor no cérebro. Diagnosticada em 2021, no ano seguinte, Anna Carolina também veio a óbito por um tumor no cérebro. Ao todo, Régis e os filhos receberam 12 diagnósticos para a doença. 

O universo do audiovisual já reuniu personagens masculinos encantadores em algumas produções marcantes. Sempre atentos com seus filhos, os patriarcas tiveram suas trajetórias moldadas nas telonas através da garra, do humor e de muito amor. Neste domingo (13), Dia dos Pais, o LeiaJá relembra quatro papais que conquistaram o público.

Guido (A Vida é Bela)

##RECOMENDA##

No final da década de 1990, os espectadores foram às lágrimas com o filme A Vida é Bela. Dirigido e estrelado pelo ator italiano Roberto Benigni, o longa-metragem narra o drama de Guido e de sua família no período da Segunda Guerra Mundial. Levado para um campo de concentração com a esposa, Guido faz de tudo para que o filho Giosué não entenda o terror do ambiente nazista. Convencendo a criança de que o local é um jogo, ele faz com que as memórias de Giosué se tornem as mais encantadoras.

Chris Gardner (À Procura da Felicidade)

Em 1997, pessoas mundo afora foram surpreendidas com o filme À Procura da Felicidade. Chris Gardner (Will Smith) é um pai de família que não está inserido no mercado de trabalho. Buscando emprego, ele passa a enfrentar as dificuldades do dia a dia com o filho. Na tentativa de não sofrer mais com Christopher, Gardner não desiste dos seus sonhos.

Marlin (Procurando Nemo)

Marlin é um pai superprotetor. Por estar direto em cima de Nemo, o peixe começa a se sentir culpado pelo desaparecimento do filho. Através da ajuda de uma cirurgiã-patela, Marlin e Dory percorrem pelos lados mais sombrios dos mares para achar Nemo. A determinação do pai movimenta a história em busca do peixinho.

Daniel Hillard (Uma Babá Quase Perfeita)

Um dos clássicos dos anos 1990 é o estouro Uma Babá Quase Perfeita. Protagonizado por Robin Williams, o filme conta a história de um pai que faz de tudo para ficar bem perto dos filhos. Para que a relação com a crianças não fique distante, Daniel Hillard começa a cuidar dos herdeiros por meio de uma fantasia de mulher. Assumindo a identidade de uma babá, Daniel começa a viver momentos de aventuras e doçuras com os três filhos.

Fotos: Divulgação

"Quem sai aos seus não degenera". É com essa expressão que diversas pessoas do entretenimento brasileiro conseguiram trilhar os mesmos caminhos dos seus familiares. Para celebrar o Dia dos Pais, neste domingo (13), o LeiaJá destaca alguns filhos que resolveram seguir os mesmos passos dos pais famosos.

Sandy

##RECOMENDA##

Sandy passou a ser conhecida nacionalmente em 1989, quando ao lado do irmão Junior se apresentou no Som Brasil. Depois da aparição no programa, a artista acabou se tornando famosa, assim como o pai Xororó. No documentário Sandy e Junior - A História, disponível no Globoplay, ela revelou que chegou a colocar o sertanejo contra a parede. Com o argumento de querer ser cantora ao lado de Junior, Sandy recebeu a autorização de Xororó e da mãe Noely para soltar a voz profissionalmente.

Fiuk

Sucesso entre os jovens, Fiuk tem no currículo diversos trabalhos na teledramaturgia e na música. Como a irmã Cleo, ele também tem o DNA artístico do pai. O ex-participante do BBB segue os mesmos passos de Fábio Jr., nome bastante conhecido em diversos segmentos do entretenimento.

Boninho

Por mais que seja conhecido em todo o Brasil, Boninho segue mesmo é trabalhando nos bastidores. Nome forte na TV, o diretor também optou em seguir os passos do pai atrás das câmeras. Boni chegou a ser um dos mais renomados executivos da Globo. Assim como Boni, Boninho é responsável por criar grandes produtos para a emissora como TV Colosso e No Limite.

Preta Gil

No início dos anos 2000, Preta Gil se lançou como cantora. Querida por muitas pessoas, a artista é colega de profissão do pai, o baiano Gilberto Gil. Recentemente, pai e filha dividiram o mesmo palco em uma turnê comemorativa aos 80 anos do músico.

Rafa Vitti

Rafa Vitti estreou esta semana no elenco da novela Terra e Paixão. Antes de integrar a trama de Walcyr Carrasco, o rapaz já foi visto em grandes produções da TV Globo. Muitos podem não saber, mas Rafa é filho do também ator João Vitti. Na década de 1990, João encantou muita gente ao interpretar o personagem Xampu na trama Despedida de Solteiro.

De acordo com a pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), os brasileiros pretendem investir mais no presente dos pais em 2023. Cerca de 39% deve optar por realizar as compras pela internet, sobretudo em sites (73%), aplicativos (70%) e redes sociais (22%). Essas datas comemorativas são atrativas para golpistas.

Confira a seguir, dicas que o especialista em direito digital, proteção de dados e advogado, Walter Calza Neto, deixa para realizar as compras online com mais segurança. 

##RECOMENDA##

Evite acessar links promocionais recebidos por meio de apps de mensagem ou SMS: Neste caso, opte por consultar o site ou os canais oficiais da loja, se ela for conhecida.

“Quando falamos em segurança online, é essencial saber identificar os sites confiáveis. Geralmente, um site seguro tem sua URL começando com "https". Outro bom indicativo é a presença de selos de segurança de empresas renomadas, sites com críticas positivas entre os usuários tendem a ser mais confiáveis e consultar plataformas de registros de reclamações antes de efetuar a compra pode evitar muitos problemas. A existência de políticas de privacidade também é um bom sinal. Assim, vale sempre checar avaliações recentes e priorizar compras em plataformas conhecidas ou que tenham sido recomendadas por pessoas de sua confiança”, explica Walter. 

Busque sempre os meios de pagamentos seguros: Evite usar PIX ou realizar transferências bancárias, pois pela facilidade e rapidez da transição por estes meios de pagamento são os preferidos dos golpistas.

“Cobranças desconhecidas em seu extrato bancário ou fatura do cartão, a não entrega de produtos no prazo ou a recepção de e-mails suspeitos solicitando informações pessoais são indicativos de problemas. Entre em contato com seu banco se notar cobranças estranhas e informe sua desconformidade com as compras fraudulentas. Também é recomendável alterar suas senhas, especialmente se achar que suas informações foram comprometidas. E, por fim, não se esqueça de registrar um Boletim de Ocorrência online e reportar os fatos a entidades como o Procon, fornecendo todos os detalhes do ocorrido”, aconselha o especialista. 

Sempre desconfie que uma promoção parecer fora do convencional: Entre em contato com a loja pelo site ou pelos canais oficiais para confirmá-la. Além disso, atente-se à segurança do site e da loja virtual checando a presença do selo de site seguro em formato de cadeado.

“Realizar compras pela Internet próximo a datas comemorativas oferece diversos benefícios. Em primeiro lugar, oferece conveniência, permitindo que as pessoas façam suas compras no conforto de suas casas, evitando filas, trânsito ou aglomerações que são comuns em datas comemorativas como o Dia dos Pais. Além disso, as lojas online proporcionam uma vasta gama de produtos, possibilitando que os consumidores tenham a facilidade de comparar marcas e preços”, afirma Neto. 

Páginas