Tânia Rêgo/Agência Brasil
Coleta ocorreu até maio de 2023 (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Brasil

IBGE divulga dados de coordenadas de endereços no Brasil

Os dados do IBGE, divulgados nesta sexta-feira (2), apontam que Pernambuco possui mais templos religiosos do que unidades de saúde e escolas

por Rachel Andrade | sex, 02/02/2024 - 18:07

Pernambuco tem mais templos religiosos do que escolas e unidades de saúde, somadas. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (2), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apresentou dados inéditos do Censo 2022, com coordenadas geográficas de endereços em todo o país. 

No total, o Censo levantou que há 24.931 estabelecimentos religiosos no estado, enquanto 9.477 são unidades de saúde e 13.373 são escolas. Portanto, com base nesses dados, é possível afirmar que para cada 2,6 templos religiosos, existe apenas uma unidade de saúde em Pernambuco. Seguindo a mesma lógica, existe 1,8 lugares voltados às religiões para cada escola no estado.   

Confira os dados completos de Pernambuco abaixo: 

Domicílio particular: 4092295 

Domicílio coletivo: 2884 

Estabelecimento Agropecuário: 206911 

Estabelecimento de ensino: 13373 

Estabelecimento de saúde: 9477 

Estabelecimento com outras finalidades: 577168 

Edificação em construção: 193443 

Estabelecimento Religioso: 24931 

A discrepância, no entanto, não é exclusiva de Pernambuco. Os números de templos religiosos são maiores em todos os estados do Brasil, sempre ultrapassando os números de escolas e unidades de saúde. Os resultados do censo estão disponíveis no site do IBGE e no portal do panorama do Censo 2022

 

O mapa está disponível para consulta no site do IBGE. Foto: Reprodução/IBGE 

Sobre a coleta dos dados   

O Censo 2022 coletou 111,1 milhões de coordenadas geográficas, divididas em tipos específicos, chamados de espécies. Segundo o gerente do Cadastro de Endereços do IBGE, Eduardo Baptista, os recenseadores utilizaram um dispositivo móvel de coleta (DMC) para listar todos os endereços visitados. “Essas coordenadas eram coletadas durante a confirmação ou inclusão de endereços no cadastro do IBGE. O recenseador, durante o percurso no setor censitário, encontrava o endereço em uma lista prévia que já estava carregada no DMC. Ele confirmava aqueles que já existiam e estavam na lista e incluía os que não estavam. Após a inclusão ou confirmação de um endereço, o aplicativo do DMC registrava a coordenada geográfica daquela unidade visitada”, diz o gerente.   

A apuração aconteceu até o dia 28 de maio de 2023, com um intervalo para o tratamento e validação dos dados até 01 de agosto. 

 


PUBLICIDADE