Myke Sena/MS
Autoteste da Covid-19 (Myke Sena/MS)

Brasil

OMS solicita à Anvisa que autorize autoteste no Brasil

Cresce busca por testagem devido ao aumento de casos da Covid-19

| sex, 21/01/2022 - 16:33

  A Organização Mundial de saúde (OMS) solicitou à Agência  de Vigilância Sanitária (Anvisa) na última quinta-feira (13), a autorização para uso de autotestes no Brasil, devido o aumento de casos de Covid-19. Tendo em vista que muitas pessoas no Brasil não têm acesso aos testes oferecido pelo SUS ou redes privada. Países como Reino Unido, Canadá, EUA e Alemanha já possuem os autotestes.

  Em nota, a Anvisa informa que a decisão pode ser revista, pela diretoria colegiada, com a publicação de uma nova resolução. Para isso, a OMS deve criar ua política pública que garantise orientações para população. Contendo na embalagem as seguintes informações: alertas, precauções e limitações do teste, evidenciando a possibilidade de resultados falso negativos; Dados sobre o método utilizado para detecção e a respeito do tempo de incubação do coronavírus; Alerta sobre a necessidade de repetição do teste em caso de persistência dos sintomas, bem como orientações para buscar atendimento médico e ilustrações que orientem sobre a realização do exame e a interpretação dos resultados. 

O que é o Autoteste de Covid-19? 

O autoteste de Covid-19 é um exame feito em casa que promete mais agilidade no diagnóstico, sendo feito através da coleta do material no nariz com cotonete ou por saliva. Diferentemente do teste RT-PCR, que detecta o RNA do vírus, o antígeno localiza as proteínas do coronavírus, por isso sua eficácia é de mais ou menos 85%. Sua grande vantagem é que o resultado sai em menos tempo, entre 15 e 20 minutos. Além disso, os autotestes são coletados e interpretados, pelo próprio usuário. Já os outros exames são feitos exclusivamente em farmácias. 

Passo a passo 

 - Com as mãos limpas deve-se abrir o envelope do autoteste sem encostar no algodão, logo em seguida inclinar a cabeça e introduzir em uma narina até sentir uma pressão. 

- Girar o contonete 5 vezes. repetir o processo na outra narina.

-Em seguida, colocar a amostra em um tubo com o líquido reagente, que faz parte  do kit de autoteste. Deve-se misturar bem, em movimentos circulares.

-Com um conta-gotas, o material do tubo é depositado no local indicado da tira de testagem. São necessárias apenas três ou quatro gotas.

- Em cerca de 15 minutos, o resultado começa a aparecer. Apenas uma linha ao lado da letra “C” indica resultado negativo. Uma linha ao lado da letra “T” indica que o resultado é inválido. Duas linhas, uma ao lado de cada letra, indicam resultado positivo para a Covid-19.  

*Por Camilla Dantas 


PUBLICIDADE