Foto/Divulgação: Arquivo Biblioteca Nacional e Rádio Senado
(Foto/Divulgação: Arquivo Biblioteca Nacional e Rádio Senado)

Música

Conheça a vida e curiosidades de Noel Rosa

Hoje (04) faz 85 anos do falecimento do poeta e compositor carioca. Relembre alguns momentos marcantes da vida e obra deste clássico nome da MPB

por | qua, 04/05/2022 - 23:08

No dia de hoje comemoramos os 110 anos do nascimento do compositor Noel Rosa. Além de compositor, Noel era cantor e violonista, sendo reconhecido até hoje como um dos nomes mais importantes da história da música popular brasileira. Em pouco tempo o artista compôs mais de 300 músicas, marchinhas e canções.

Noel Medeiros Rosa nasceu em 1910 no bairro de Vila Isabel, no Rio de Janeiro. Filho do comerciante Manuel Medeiros Rosa e da professora Marta de Medeiros Rosa. Noel nasceu e durante o parto foi ferido pelo fórceps, que lhe fraturou e afundou a parte inferior do maxilar. Esse erro médico causou complicações para o ator pelo resto de sua vida.

A fratura no queixo de Noel aumentava conforme ele crescia. Foi operado aos seis anos mas não mostrou melhora efetiva. Seis anos depois, aos 12, fez outra cirurgia, mas já estava marcado por toda sua vida. Durante o colégio recebeu o apelido de “queixinho”, algo que o marcou e gerou muita tristeza.

Ainda cedo o músico aprendeu a tocar bandolim. Noel tocava em roda na hora do recreio enquanto os colegas se reuniam ao seu redor. O compositor ficou conhecido como “O Poeta da Vila” por seus grandes sucessos. Dentre eles destacam-se “Com Que Roupa”, seu primeiro sucesso, “Conversa de Botequim”, “Fita Amarela” e “Feitiço da Vila”.

Em 1929, em conjunto com os músicos Almirante, Alvinho, Braguinha, Henrique Brito e Henrique Domingos formou o grupo “Bando de Tangarás”. Ainda em 29 gravaram o primeiro disco, inicialmente com fortes influências da música sertaneja. Pelo sucesso que o grupo atingiu, fizeram diversas apresentações em rádios, cinemas e teatros.

Noel entrou para a faculdade de medicina, mas não teve uma jornada longa no ramo dos estudos. No mesmo ano em que entrou (1931) já não frequentava mais as aulas para compor com os amigos. Enquanto estudante, Noel gravou mais de 20 músicas neste período.

O cantor foi afetado por uma tuberculose, em 1935, foi para Belo Horizonte em busca de tratamento de saúde. Por falta de cuidado e achar que já estava recuperado, retornou à boemia. Em uma viagem para Nova Friburgo, a viagem de Noel piorou drasticamente e teve de voltar para Vila Isabel. O compositor morreu em sua casa na Rua Teodorico da Silva em quatro de maio de 1937.

Por Matheus de Maio

 


PUBLICIDADE