Júlio Gomes/LeiaJáImagens
. (Júlio Gomes/LeiaJáImagens)

Educação

Sociologia e filosofia: saiba o que mais cai no Enem

Professora alerta que, durante algumas questões, é cobrada análise crítica dos candidatos

por Nathan Santos | ter, 12/01/2021 - 08:00

No domingo (17), primeiro dia da edição 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), versão impressa, os candidatos serão submetidos a questões de Ciências Humanas. Sociologia e filosofia estão no grupo de disciplinas da área, reunindo temáticas que levam os estudantes a refletirem e desenvolverem uma análise crítica.

De acordo com a ‘Coletânea Enem’, levantamento estatístico feito e divulgado pelo Sistema de Ensino Poliedro, o tema “sociologia contemporânea”, com percentual de 34,4%, é o mais cobrado nas últimas edições da prova de sociologia. Já em filosofia, conforme o mesmo estudo, o assunto mais corriqueiro é racionalismo moderno, com 24,3%. Confira, a seguir, os dados:

Fonte: Coletânea Enem, do Sistema Poliedro de Ensino

Na análise da professora de sociologia, filosofia e história Thais Almeida, o Enem 2020 deverá manter o padrão de questões cobrado nas últimas edições. “A abordagem do Enem, há um tempo, vem de forma mais consolidada. Acredito que a prova terá a mesma estrutura dos últimos anos, com o mesmo tipo de abordagem dos outros exames. A tendência que a gente vem observando são textos mais analíticos, mais curtos, não é mais uma tendência trazer textos enormes. São textos curtos, mas que privilegiam uma visão analítica, crítica, problematizadora e, principalmente, interdisciplinar, com um diálogo muito grande entre as humanidades”, explica a docente. “Por isso, o aluno deve fazer questões que tragam uma perspectiva mais analítica dos assuntos, o que gosto de chamar de exercício de aplicação”, acrescenta.

A professora ainda destrincha, em entrevista ao LeiaJá, assuntos que, para ela, têm fortes chances de caírem no Enem. “De sociologia, com toda certeza, vão cair mundos do trabalho. Os aspectos relacionados a trabalho vêm caindo muito, não apenas em sociologia, mas também nos outros conteúdos de Humanas. Democracias estão sempre entre os assuntos que caem mais, os tipos, como funcionam e quais ganhos o Brasil teve, principalmente quando a gente considerada a Constituição de 1988 para cá”, comenta Thais Almeida.

Em filosofia, a docente traz os seguintes palpites: “Com toda certeza, os clássicos Sócrates, Platão e Aristóteles, com a questão da ética e moral, a discussão sobre a teoria do conhecimento e a discussão sobre as estruturas políticas. Os contratualistas são bem importantes, Thomas Hobbes, Jean-Jacques Rousseau. E ainda em filosofia, aposto sempre no debate sobre a filosofia moderna que traz a discussão epistemológica entre empiristas e racionalistas”.

Para ilustrar, com mais detalhes, uma abordagem característica do Enem, Thais Almeida respondeu uma questão no quadro ‘Vai Cair No Enem Resolve’, do projeto Vai Cair No Enem. Assista:


PUBLICIDADE