Educação

Número de estudantes no ensino superior cresce, aponta MEC

Número faz parte do Censo da Educação Superior divulgado, na manhã desta quinta-feira (20), pelo Ministério da Educação (MEC)

por Juan Gouveia | qui, 20/09/2018 - 12:02

Em 2017, 3,2 milhões de alunos ingressaram em cursos de educação superior de graduação. O número representa um crescimento de 8,1% em relação a 2016. Na rede pública, foi registrado um aumento de 11,3%. Já na privada, 7,3%. Os dados fazem parte do Censo da Educação Superior 2017 divulgados nesta quinta-feira (20), pelo Ministério da Educação (MEC) e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).


Infogram

"Temos um crescimento importante. Desde o ano 2000 o país vem apresentando um crescimento no ingresso de jovens a Instituições de Ensino Superior. Neste ano, é um crescimento razoável, especialmente quando ultrapassamos o que tínhamos em 2014", pontua o ministro da Educação Rossieli Soares, durante coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (20), em Brasília.

O número de ingressos dos estudantes nos graus acadêmicos se configuram desta forma: “os cursos de bacharelado continuam concentrando a maioria dos ingressantes da educação superior (60,1%), seguidos pelos cursos de licenciatura (20,1%) e de tecnólogos (19,1%)”, diz Censo.

No último ano, foram oferecidas mais de 10,7 milhões de vagas em cursos de graduação, sendo 73,3% vagas novas e 26,6%, vagas remanescentes. Das 6 milhões de vagas presenciais ofertadas, apenas 48,6% foram preenchidas. Das 4 milhões de vagas na na educação à distância, apenas 1/4 delas foram ocupadas, o que representa uma divergência entre o número de oferta e ocupação de vagas.

As matrículas, por sua vez, continuam crescendo. Em 2017, a soma foi de 8,2 milhões de matriculados. Quando comparado ao ano passado, o índice cresce 3%. Entre 2007 e 2017, a matrícula na educação superior aumentou 5f 56,4%. Da soma, as IES privadas têm uma participação de 75,3% no total de matrículas de graduação. A rede pública, portanto, participa com 24,7%.

O número de estudantes concluintes do ensino superior soma 1,19 milhões. Desse dado, 947,9 mil foram da rede privada e 251,7 mil da rede pública. Em comparação ao ano de 2016, o número se configura em um aumento de 2,0%; já na rede privada, a variação positiva é de 2,8%; "Temos poucos alunos saindo formados em relação àqueles que entram. É um grande desafio para o Brasil que precisamos atender”, explica o ministro.

O Censo da Educação Superior é realizado, anualmente, pelo INEP e MEC e traça a realidade educacional no Brasil, referente à matrículas, vagas, ingressantes, concluintes e também agrupados por organização acadêmica e cursos, entre outros pontos.

LeiaJá também

--> Mesmo com maioria de alunas, graduações têm mais professores homens


PUBLICIDADE