Reprodução/Facebook

Cidades

É boato: homem que matou enteados não foi morto no Cotel

Vítimas de 13 e 11 anos foram enterrados sob forte comoção na sexta-feira (4)

| sab, 05/01/2019 - 15:01

Circula nas redes sociais um vídeo de um homem sendo degolado em uma unidade prisional. A informação divulgada é que o assassinado se trataria de Robson José dos Prazeres, preso preventivamente pelo homicídio de dois enteados em Moreno, na Região Metropolitana do Recife (RMR). A história que circula nas redes sociais, entretanto, é falsa.

O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp) informou ao LeiaJá que Robson continua no Centro de Observação e Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, na RMR. O próprio diretor do sindicato foi quem transferiu Robson para o Cotel, onde ele se encontra em uma cela isolada para que não haja risco a sua integridade.

O crime chocou não só a população de Moreno. O caso foi noticiado nacionalmente, com destaque para Alagoas, onde o acusado nasceu. Na sexta-feira (5), houve o sepultamento dos menores sob forte comoção.

O preso estaria alcoolizado e sob efeito de drogas no momento do crime, ocorrido na quinta-feira (3). Ele golpeou nas costas a enteada de 13 anos e o enteado de 11. Ele também teria tentado estuprar a garota, momento em que o menino tentou impedir.

 Robson foi preso em flagrante e encaminhado para audiência de custódia, que decretou a prisão preventiva. Ele tinha um histórico de violência, já tendo agredido a mãe das crianças em outras oportunidades. A mulher contou ter procurado a polícia, o que não evitou que outras agressões ocorressem.

 


PUBLICIDADE