Foto: Guilherme Nobre / Arquivo Pessoal

Vestibular

Aluno que fazia faxina em troca de aulas passa em medicina

Estudante contou com ajuda de professora para fazer pré-vestibular

| seg, 11/02/2019 - 09:14

O estudante Guilherme Nobre, de 19 anos, comemorou a aprovação no curso de medicina da Universidade de São Paulo (USP) após três anos de tentativas e uma série de histórias de superação para contar. No último ano do ensino médio o rapaz, que é filho de uma frentista, saia da escola e ia direto para o posto no qual a mãe trabalhava para estudar no banheiro.

Quando terminou o ensino médio e técnico, em 2017, Guilherme contou com a ajuda de Eliane Limoti, uma professora de 38 anos, para fazer um cursinho pré-vestibular na cidade de Santos, onde mora. "Ela me deu uma bolsa e, em troca, eu tinha que organizar as coisas, limpar as salas, passar um pano em tudo, trocar o lixo e lavar os banheiros", contou em entrevista ao portal G1.

No primeiro ano, o rapaz não conseguiu nota suficiente para a aprovação no curso, mas continuou tentando. Com a nota do Enem 2018 ele foi aprovado no curso que tanto queria na Universidade Federal do Paraná (UFPR), mas continuou a acompanhar a lista aprovados da Universidade de São Paulo, sendo aprovado entre apenas quatro vagas para alunos cotistas.

No momento em que foi aprovado, o futuro médico entrou em contato com o primeiro colocado na lista de espera da UFPR, informando que teria desistido da vaga no sul do Brasil e que o estudante também teria a chance de cursar medicina. "Me coloquei no lugar, imaginei o quanto ele gostaria de saber que o sonho dele seria possível", contou.


PUBLICIDADE